domingo, 11 de abril de 2010

IRMANDADE DO ROSÁRIO TERÁ NOVO TESOUREIRO

Devido a aprovado do historiador Diego Marinho de Gois no Mestrado, do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, a Irmandade de São Sebastião e Nossa Senhora do Rosário de Jardim do Seridó-RN deverá ter um novo tesoureiro.
Durante o período de dois anos o historiador jardinense passará a estudar em Natal, o que impossibilita o mesmo continuar assumindo as funções de coordenador e tesoureiro da santa congregação. Para Diego Góis “o período em que estive a frente desta instituição foi uma aprendizagem em nossa vida, onde tive a oportunidade de coordenar a festa do Rosário, uma tradição de 147 anos de existência. Foi um desafio, porém, com o apoio da minha família e dos amigos, conseguimos manter hasteada a bandeira de São Sebastião e Nossa Senhora do Rosário, avançando em vários aspectos”.
A Irmandade, o historiador agradece o convite que lhes foi feito para coordenar a congregação e o engajamento nos momentos em que foram congregados. “Faço votos para que o novo tesoureiro possa dar continuidade do trabalho que a gente vinha desenvolvendo e continue com o propósito de transformar a Irmandade do Rosário em espaço para se lutar contra a discriminação daqueles que encontraram na dança a arte de lutar contra a marginalização da vida cotidiana”, afirma Diego Góis.
E mais, “a nossa saída não significa um arrastamento definitivo, estaremos disponível para colaborar com a Irmandade de acordo com as nossas disponibilidades, sobretudo, porque conseguimos aprovar dois projetos de cultura popular, um pela Fundação José Augusto e outro pelo Ministério da Cultura e que devemos administrar os recursos como proponentes do projeto”.

Um comentário:

nane disse...

Olá Diego!
Gostaria muito de entrar em contato com vc por email, para ter acesso aos seus estudos sobre a Irmandade do Rosário, principalmente no que diz respeito a José Marcelino Dantas, meu bisavô. Saber histórias e relatos de quem ele foi e de sua família. Moro em MG e nunca tive acesso a essa história da forma como encontrei hoje, tão minuciosamente estudado, como os relatos feitos por vc no blog. Espero que entenda minha ansiedade em saber mais sobre a história de minha família, pois eu nem imaginava quem foi ou como viveram meus antepassados. Aguardo e agradeço pela atenção e por ter me proporcionado este momento de descoberta tão importante.
ticianealine@hotmail.com